Guia del Rei

Roteiros Ecológicos

São João del-Rei está situado num vale cercado por montanhas. Assim, torna-se um local propício para quem gosta de ecoturismo. São diversas cachoeiras, trilhas, locais para a prática de rapel entre outros. Seguem alguns roteiros ecológicos que podem ser feitos na cidade.

– Trekking na Serra de São José
Local: Serra de São José (Tiradentes)
Descrição: Caminhada guiada até o topo da Serra de São José subindo pelo colo dos escravos, 8 Km de trilha, aprox. 3 horas (subida e descida). Durante o trajeto encontraremos vegetação de mata atlântica, campo rupestre e cerrado. Passaremos também por um antigo calçamento de pedra feito por escravos durante o século XVIII.
Duração do passeio: aprox. 04 horas.
Equipamentos necessários: Roupas leves, Calçado adequado, Boné, Protetor Solar e Água para beber.
Telefone de contato: (32) 3371-7956 / 9981-3474
Site: www.lazereaventura.com

– Trekking na Serra do Lenheiro – Pinturas Rupestres (São João del Rei)
Local: Serra do Lenheiro (São João del Rei)
Descrição: Caminhada guiada até as Pinturas Rupestres encontradas na Serra do Lenheiro, aprox. 1 hora de caminhada (subida e descida). Opcional: subida ao topo da Serra.
Equipamentos necessários: Roupas leves, Calçado adequado, Boné, Protetor Solar e Água para beber.
Telefone de contato: (32) 3371-7956 / 9981-3474
Site: www.lazereaventura.com

– Passeio de jipe – Estrada Parque – Serra de São José
Local: Serra de São José  (Tiradentes e Prados)
Descrição: Passeio de jipe pela base da Serra de São José, hoje uma Unidade de Conservação – Estrada Parque em meio a mata atlântica até o município de Prados, onde visitaremos a Vila Carassa (núcleo de artesãos), retorno por estrada de terra passando pelo povoado de Vitoriano Veloso – Bichinho (povoado – referência de artesanato). Opcional: almoço no restaurante Tempero da Angela (self-service comida típica mineira).
Duração do passeio: aprox. 05 horas.
Equipamentos necessários: Não é necessário equipamentos especiais.
Telefone de contato: (32) 3371-7956 / 9981-3474
Site: www.lazereaventura.com

– Alambique do Engenho Boa vista – Sec. XVIII
É produzida por descendentes diretos de Tiradentes, há seis gerações. Sua receita é um segredo familiar. A qualidade é fantástica. Tem gosto apurado, cheiro requintado e a aparência notável. É proveniente do Engenho Boa Vista, de Rubens Resende Chaves.

Hoje produz nos mesmos moldes de produção há mais de 150 anos  sendo considerado por muitos,  o engenho mais antigo ainda em funcionamento no Brasil, além de fazendas tradicionais.

Insanidade imaginar que o mártir Tiradentes teria desejado, pouco antes da forca, molhar a guela com um trago de cachaça? Talvez não. Motivos ideológicos fariam dessa atitude o último ato de resistência à dominação portuguesa, já que a aguardente era símbolo dos ideais de liberdade dos inconfidentes. As causas sentimentais ligariam o pedido às lembranças que Tiradentes tinha do alambique da Fazenda  Boa Vista, a 9 km de onde nascera.

Mesmo depois de dois séculos, é difícil entrar nesse Engenho e não apostar que a suposição seja verdadeira. Produzida da mesma forma desde o século XVIII, Boa Vista é seu nome. No comando está Rúbens Chaves, descendente da tia do mártir.

– As pinturas rupestres encontradas na Serra do Lenheiro
As pinturas rupestres encontradas na Serra do Lenheiro, segundo estudiosos devem ter sido pintadas por tribos nômades de humanos a cerca de 6 a 9 mil anos atrás. Homens que viviam em cavernas e se imagina, abrigavam-se na Serra para caçar onde tinham boa visão de caça e possíveis inimigos como outras tribos.

Inscrições (pinturas) rupestres são traços e outros sinais pintados ou gravados nas rochas do mundo inteiro, inclusive no Brasil, de autores desconhecidos. Vale dizer, pinturas e desenhos de formas diversas, simétricas ou não. Muitas são semelhantes à símbolos alfabéticos, outras são figuras zoomórficas ou antropomórficas, em formas, estilos e atitudes diferentes.

A sua importância, ou uma das principais, é servir de testemunho da passagem ou permanência de grupos humanos no local ou região em que hoje são encontradas. Serve para explicar o complexo ou o traço cultural do grupo que as executaram e talvez a época da permanência do grupo executante.

– Carrancas
O município de Carrancas está localizado na região sul do estado de Minas Gerais. Circundada por quatro serras em forma de ferradura, a própria posição geográfica, determinou seu crescimento e o rumo de sua história.

A área de Carrancas é 50%  montanhosa, destacando-se 4 principais serras responsáveis pelos inúmeros mananciais que abastecem a cabeceira do rio Grande e que ao longo de milhões de anos foram modelando todo o terreno, criando inúmeras grutas, cânions e cachoeiras. São elas: Serra das Chapadas das Perdizes; Serra do Moleque; Serra das Bicas e Serra de Carrancas.

A cidade também está situada em uma faixa de transição entre o cerrado e a mata atlântica onde há  predomínio de  campos rupestres, matas de galeria e campos naturais com predominância de gramíneas e ciperáceas.

O sistema fluvial da cidade faz parte da Bacia do Alto Rio Grande. Suas terras são banhada pelos rios, Capivari, Pitangueiras , Ribeirão de Carrancas e Represa dos Camargos, além do Rio Grande represado em  sua cabeceira. Seus leitos oferecem inúmeras quedas d’água, corredeiras, poços e piscinas naturais ainda preservados da ação humana.

Outras informações em: www.guiadecarrancas.com.br

– Casa da Pedra
Conheça a Casa da Pedra em São João Del Rei, local que há cerca de 1,6 bilhões de anos existe, esculpido na época em que a região era totalmente mar, afirma-se essa tese pois as rochas calcárias da gruta foram formadas por sedimentos marinhos ricos em carbonato de cálcio, areia carbonática e algas.Hoje visitada por amantes do ecoturismo e esportes radicais como rappel, que se deslumbram com a beleza e tranquilidade do local, rico em natureza preservada.

– Escultura Facial feita em Pedra Natural
Certa ocasião, durante o período da escravidão, um escravo se apaixonou por esta linda mulher, como este romance seria impossível de se realizar, este escravo apaixonado esculpiu o rosto desta jovem e após esta homenagem se suicidou. Dando origem a mais uma lenda da Serra do Lenheiro de São João del Rei.  Vale a pena conferir e muito bonito a escultura na pedra.

A escultura do rosto feminino existente em uma pedra na Serra do Lenheiro, Diz a lenda que era uma linda mulher a qual era filha do dono da fazenda existente no local.

– Trilha dos Inconfidentes
O ouro era achado em todo canto de Minas, em maior ou menor quantidade. Vilas foram se formando pelo caminho. Pelas estradas percorriam as riquezas, as mercadorias, homens e a mais valiosa bagagem: ideais.

Coronel Xavier Chaves, Resende Costa, Prados, Bichinho e Tiradentes integram este Circuito Turístico, traduzem tradição e poesia, preservando expressiva parcela da história de Minas e do Brasil.  Berço do herói da Inconfidência Mineira, Joaquim José da Silva Xavier, o  Tiradentes.

Em todo o Circuito há diversas manifestações culturais – pintura, escultura, música e culinária. O artesanato preserva a identidade e tradição de um povo que transforma o utilitário em verdadeiras obras de arte.

Outras Informações em: www.trilhadosinconfidentes.tur.br

1 ComentárioDeixe um comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *